30 de maio de 2010

Ministério da Saúde utiliza 12 mercenários virtuais para negar os perigos da vacina na internet

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

Já havíamos mencionado neste blog quanto aos mercenários virtuais que o Ministério da Saúde estaria empregando para refutar de forma mentirosa as informações reais sobre a gripe Já havíamos mencionado neste blog quanto aos mercenários virtuais que o Ministério da Saúde estaria empregando para refutar de forma mentirosa as informações reais sobre a gripe suína que a população está finalmente tendo conhecimento.

Com uma dúzia de respostas padrão em mãos, estes funcionários entram em toda e qualquer comunidade do orkut, blogs e twitters, onde dúvidas a respeito da segurança da vacina estejam sendo discutidas, e colam suas respostas pré-preparadas sem jamais levar em conta as centenas de evidências que mostram que a gripe H1N1 não é o bicho de sete cabeças que tentam dizem ser, que a vacina é desnecessária e até mesmo perigosa.

Em um artigo da agência "O Estado", é dado mais informações sobre este grupo de funcionários e suas ações. O artigo fala sobre como o Ministério da Saúde montou uma "operação de guerrilha" para "reagir aos e-mails com boatos sobre a vacinação contra a gripe suína e esclarecer a população". Dizem ainda que "entre 8 de março e 26 de maio, foram 41.361 intervenções". De acordo com este artigo, a equipe é composta por 12 pessoas.

Apesar de não sermos pagos para isto, como estes mercenários, temos que continuar nosso trabalho de esclarecer com a verdade, com fatos reais, que vão contra as informações providas pelo ministério da saúde.

Vimos dias atrás, que o próprio ministério da saúde pisou na bola e entrou em contradição, ao emitir a nota relativa à vacina H1N1 e o teste de HIV, reconhecendo que a vacina H1N1 é feita com um processo diferente do das vacinas de gripe comum, e que por isto não se conhece todos os efeitos adversos. Como então podem afirmar categoricamente que a vacina é segura? Como podem afirmar que as dezenas, ou até centenas de mortes, abortos e casos graves de reação não foram provocados pela vacina? Antes haviam dito inúmeras vezes que a vacina utilizava o mesmo processo das vacinas de gripe comum, e que por isto não necessitaria tanto tempo para testes.

Esta é uma guerra de informação, a mentira e enganação contra a verdade e fatos reais. De pessoas corrompidas contra cidadãos de bem. Pesquise bem e não demorará muito para você descobrir de qual lado está a verdade.

-------------------------------------------------------

MSN Notícias: Gripe suína: governo usa internet para esclarecimentos
O Ministério da Saúde montou uma 'operação de guerrilha' para reagir aos e-mails com boatos sobre a vacinação contra a gripe suína e esclarecer a população. Além de responder cada mensagem eletrônica a respeito do suposto perigo da vacina, o ministério criou perfis em redes sociais como Twitter, Facebook, Orkut e Formspring.me (site de perguntas e respostas) como forma de ampliar a comunicação.

Resultado: entre 8 de março e 26 de maio, foram 41.361 intervenções. E a equipe responsável pelo serviço passou a ser convidada para dar palestras em outros órgãos públicos, como Ministério Público Federal, sobre como ampliar a participação na rede mundial de computadores.

O trabalho na internet começou em 2007, durante uma campanha de doação de órgãos, quando comunidades sobre o tema foram contatadas e repassaram as informações do ministério. E foi intensificado com a vacinação contra rubéola - o boato da época era que a imunização seria uma campanha de esterilização em massa.

A participação na rede ganhou força com o início da vacinação contra a gripe suína. "Em março, recebi até 40 e-mails por dia de pessoas perguntando se as informações daquele e-mail eram verdade", diz Marcier Trombiere, chefe da assessoria de Comunicação Social do ministério. A estratégia foi responder cada mensagem, replicando para todos os destinatários do e-mail e pedindo que a informação "correta e científica" do ministério fosse retransmitida. "O ministério foi impelido a trabalhar de forma ostensiva na internet", afirma. Hoje, o ministério tem uma equipe de 12 pessoas para monitorar a internet. O tempo médio de resposta é de 15 a 30 minutos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


28 de maio de 2010

Espiral no céu do Canadá

Pessoas viram, fotografaram e até filmaram um evento extraordinário: uma espiral criada por um OVNI. O vídeo parece bom demais para ser verdade. O autor do vídeo garante, no entanto que foi filmado por uma das suas quatro câmeras instaladas em sua casa para filmar meteoros, o outro de dentro de um avião, no entanto o “theweatherspace.com” garante que recebeu fotografias de três fotógrafos diferentes e vídeos.
Mesmo assim, a grande possibilidade de ser uma montagem.

Kevin Martin, um morador da Califórnia do Sul, disse a TheWeatherSpace.com que ele era o fraudador. Ele até deu um exemplo de vídeo sobre como ele poderia fazê-lo. Alguns dizem que não é possível. Martin não estava muito certo sobre algumas perguntas que nós fizemos.

Martin tem negado a sua declaração.

"Eu vim até a mídia para acabar com isso, mas eu menti ao dizer que eu realmente criei a farsa", disse ele. "Algo aconteceu naquela noite. Se o vídeo é fake ou não as fotos pareçam convincentes. Ter o seu nome lá fora, é divertido às vezes, mas não é mais."

Martin está retraído, dizendo que ele foi coagido a ficar quieto por um visitante desconhecido na sua residência, na terça-feira à tarde e que ele não queria mais ser incluída no avistamento de OVNI sobre o oeste do Canadá.

Steven Murray contatado TheWeatherSpace após Martin ter vindo a publico.

"Alguém veio até mim no domingo e me disse para ficar quieto sobre o assunto. Eu não posso responder muito sobre o que eu vi, mas algo mais aconteceu no Canadá, isso não pode ser negado."

Murray pediu para não ser contatado por TheWeatherSpace.com sobre o assunto, a fim de protegê-lo e a sua família.

O que seja que ocorreu no Oeste do Canadá, na noite de 21 maio de 2010, nunca poderá ser resolvido, porém a verdade está lá fora.

Homem passa 18 meses vivendo sem dinheiro

Matéria Retirada do Blog: A Conspiração


Um economista britânico que passou os últimos 18 meses vivendo sem dinheiro está lançando um livro em junho contando a sua experiência (The Moneyless Man, ou O Homem Sem Dinheiro, em tradução livre) e diz que nunca foi tão feliz ou tão saudável.
Mark Boyle começou seu experimento em novembro de 2008, aos 29 anos, com o objetivo de chamar a atenção para o excesso de consumo e desperdício na sociedade ocidental.
Na ocasião, ele se mudou para um trailer que ganhou de graça no site de trocas britânico Freecycle e passou a trabalhar três dias por semana em uma fazenda local em troca de um lugar para estacionar o trailer e um pedaço de terra para plantio de subsistência.
Dezoito meses depois ele afirma que não pensa em voltar a usar dinheiro e que, com o que ganhar com a venda do livro, pretende comprar um pedaço de terra para montar uma comunidade em que outras pessoas que queiram viver sem dinheiro, como ele, possam morar.
"Foi o ano mais feliz da minha vida", disse Boyle, 12 meses depois de começar a experiência, "e não vejo nenhum motivo para voltar a um mundo orientado pelo dinheiro".
"Foi libertador. Há desafios, mas não tenho o estresse de uma conta bancária, contas, engarrafamentos e longas horas em um trabalho do qual que não gosto."
A parte mais difícil, conta ele, foi manter uma vida social sem dinheiro, mas ainda assim ele classifica o ano como tendo sido "fantástico".

Boyle continua a viver no trailer em Timsbury, no sudoeste da Inglaterra, onde cozinha em um fogão de lata movido a lenha e colhe comida nas florestas, além de plantar alguns legumes para seu próprio consumo.
Ele também construiu um banheiro séptico - uma fossa - do lado de fora do trailer, onde um biombo de madeira garante sua privacidade.
Para garantir a eletricidade, Boyle usa painéis solares. Ele também usa um chuveiro solar - um saco de água coberto de preto, que esquenta sob o sol.
Boyle tem acesso à internet de banda larga em troca de serviços em uma fazenda próxima, e criou o site Just For The Love of It ("Só por amor", em tradução livre), onde promove a troca de serviços e empréstimo de objetos e ferramentas entre seus membros, pela simples "bondade".
Sua ideia é que as pessoas passem a confiar mais umas nas outras e comecem a se ajudar e trocar favores.
Ao começar a experiência, Boyle disse acreditar que "a falta de relação que temos do que consumimos é a primeira causa da cultura de desperdício que vivemos hoje".
"Se tivéssemos que plantar nossa própria comida, não desperdiçaríamos um terço dela."
Sua mensagem, diz ele, é: "consuma um pouco menos".
"Não espero que ninguém vá ao extremo do que fiz neste ano, mas temos questões como o ponto sem retorno das mudanças climáticas chegando, e acredito que temos que levar essas coisas a sério."
"Então, use menos recursos, use menos dinheiro e um pouco mais de comunidade. Essa, provavelmente, a mensagem que eu daria."

27 de maio de 2010

O Império do Consumo

Matéria Retirada do Blog: A Conspiração

http://1.bp.blogspot.com/_JoJOQYAu1oE/SKIKDuYiX6I/AAAAAAAAGdI/kUim4l99tCM/s400/theylive37.jpg

O sistema fala em nome de todos, dirige a todos as suas ordens imperiosas de consumo, difunde entre todos a febre compradora; mas sem remédio: para quase todos esta aventura começa e termina no écran do televisor. A maioria, que se endivida para ter coisas, termina por ter nada mais que dívidas para pagar dívidas as quais geram novas dívidas, e acaba a consumir fantasias que por vezes materializa delinquindo.

Os donos do mundo usam o mundo como se fosse descartável: uma mercadoria de vida efémera, que se esgota como se esgotam, pouco depois de nascer, as imagens disparadas pela metralhadora da televisão e as modas e os ídolos que a publicidade lança, sem tréguas, no mercado. Mas para que outro mundo vamos mudar-nos?

A explosão do consumo no mundo actual faz mais ruído do que todas as guerras e provoca mais alvoroço do que todos os carnavais. Como diz um velho provérbio turco: quem bebe por conta, emborracha-se o dobro. O carrossel aturde e confunde o olhar; esta grande bebedeira universal parece não ter limites no tempo nem no espaço. Mas a cultura de consumo soa muito, tal como o tambor, porque está vazia. E na hora da verdade, quando o estrépito cessa e acaba a festa, o borracho acorda, só, acompanhado pela sua sombra e pelos pratos partidos que deve pagar. A expansão da procura choca com as fronteiras que lhe impõe o mesmo sistema que a gera. O sistema necessita de mercados cada vez mais abertos e mais amplos, como os pulmões necessitam o ar, e ao mesmo tempo necessitam que andem pelo chão, como acontece, os preços das matérias-primas e da força humana de trabalho.

O direito ao desperdício, privilégio de poucos, diz ser a liberdade de todos. Diz-me quanto consomes e te direi quanto vales. Esta civilização não deixa dormir as flores, nem as galinhas, nem as pessoas. Nas estufas, as flores são submetidas a luz contínua, para que cresçam mais depressa. Nas fábricas de ovos, as galinhas também estão proibidas de ter a noite. E as pessoas estão condenadas à insónia, pela ansiedade de comprar e pela angústia de pagar. Este modo de vida não é muito bom para as pessoas, mas é muito bom para a indústria farmacêutica. Os EUA consomem a metade dos sedativos, ansiolíticos e demais drogas químicas que se vendem legalmente no mundo, e mais da metade das drogas proibidas que se vendem ilegalmente, o que não é pouca coisa se se considerar que os EUA têm apenas cinco por cento da população mundial.

"Gente infeliz os que vivem a comparar-se", lamenta uma mulher no bairro do Buceo, em Montevideo. A dor de já não ser, que outrora cantou o tango, abriu passagem à vergonha de não ter. Um homem pobre é um pobre homem. "Quando não tens nada, pensas que não vales nada", diz um rapaz no bairro Villa Fiorito, de Buenos Aires. E outro comprova, na cidade dominicana de San Francisco de Macorís: "Meus irmãos trabalham para as marcas. Vivem comprando etiquetas e vivem suando em bicas para pagar as prestações".

Invisível violência do mercado: a diversidade é inimiga da rentabilidade e a uniformidade manda. A produção em série, em escala gigantesca, impõe em todo lado as suas pautas obrigatórias de consumo. Esta ditadura da uniformização obrigatória é mais devastadora que qualquer ditadura do partido único: impõe, no mundo inteiro, um modo de vida que reproduz os seres humanos como fotocópias do consumidor exemplar.

O consumidor exemplar é o homem quieto. Esta civilização, que confunde a quantidade com a qualidade, confunde a gordura com a boa alimentação. Segundo a revista científica The Lancet, na última década a "obesidade severa" aumentou quase 30% entre a população jovem dos países mais desenvolvidos. Entre as crianças norte-americanas, a obesidade aumentou uns 40% nos últimos 16 anos, segundo a investigação recente do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Colorado. O país que inventou as comidas e bebidas light, os diet food e os alimentos fat free tem a maior quantidade de gordos do mundo. O consumidor exemplar só sai do automóvel par trabalhar e para ver televisão. Sentado perante o pequeno écran, passa quatro horas diárias a devorar comida de plástico.

Triunfa o lixo disfarçado de comida: esta indústria está a conquistar os paladares do mundo e a deixar em farrapos as tradições da cozinha local. Os costumes do bom comer, que vêem de longe, têm, em alguns países, milhares de anos de refinamento e diversidade, são um património colectivo que de algum modo está nos fogões de todos e não só na mesa dos ricos. Essas tradições, esses sinais de identidade cultural, essas festas da vida, estão a ser espezinhadas, de modo fulminante, pela imposição do saber químico e único: a globalização do hamburguer, a ditadura do fast food. A plastificação da comida à escala mundial, obra da McDonald's, Burger King e outras fábricas, viola com êxito o direito à autodeterminação da cozinha: direito sagrado, porque na boca a alma tem uma das suas portas.

O campeonato mundial de futebol de 98 confirmou-nos, entre outras coisas, que o cartão MasterCard tonifica os músculos, que a Coca-Cola brinda eterna juventude e o menu do MacDonald's não pode faltar na barriga de um bom atleta. O imenso exército de McDonald's dispara hamburguers às bocas das crianças e dos adultos no planeta inteiro. O arco duplo desse M serviu de estandarte durante a recente conquista dos países do Leste da Europa. As filas diante do McDonald's de Moscovo, inaugurado em 1990 com fanfarras, simbolizaram a vitória do ocidente com tanta eloquência quanto o desmoronamento do Muro de Berlim.

Um sinal dos tempos: esta empresa, que encarna as virtudes do mundo livre, nega aos seus empregados a liberdade de filiar-se a qualquer sindicato. A McDonald's viola, assim, um direito legalmente consagrado nos muitos países onde opera. Em 1997, alguns trabalhadores, membros disso que a empresa chama a Macfamília, tentaram sindicalizar-se num restaurante de Montreal, no Canadá: o restaurante fechou. Mas no 98, outros empregados da McDonald's, numa pequena cidade próxima a Vancouver, alcançaram essa conquista, digna do Livro Guinness.

As massas consumidoras recebem ordens num idioma universal: a publicidade conseguiu o que o esperanto quis e não pôde. Qualquer um entende, em qualquer lugar, as mensagens que o televisor transmite. No último quarto de século, os gastos em publicidade duplicaram no mundo. Graças a ela, as crianças pobres tomam cada vez mis Coca-Cola e cada vez menos leite, e o tempo de lazer vai-se tornando tempo de consumo obrigatório. Tempo livre, tempo prisioneiro: as casas muito pobres não têm cama, mas têm televisor e o televisor tem a palavra. Comprados a prazo, esse animalejo prova a vocação democrática do progresso: não escuta ninguém, mas fala para todos. Pobres e ricos conhecem, assim, as virtudes dos automóveis último modelo, e pobres e ricos inteiram-se das vantajosas taxas de juro que este ou aquele banco oferece. Os peritos sabem converter as mercadorias em conjuntos mágicos contra a solidão. As coisas têm atributos humanos: acariciam, acompanham, compreendem, ajudam, o perfume te beija e o automóvel é o amigo que nunca falha. A cultura do consumo fez da solidão o mais lucrativo dos mercados. As angústias enchem-se atulhando-se de coisas, ou sonhando fazê-lo. E as coisas não só podem abraçar: elas também podem ser símbolos de ascensão social, salvo-condutos para atravessar as alfândegas da sociedade de classes, chaves que abrem as portas proibidas. Quanto mais exclusivas, melhor: as coisas te escolhem e te salvam do anonimato multitudinário. A publicidade não informa acerca do produto que vende, ou raras vezes o faz. Isso é o que menos importa. A sua função primordial consiste em compensar frustrações e alimentar fantasias: Em quem o senhor quer converter-se comprando esta loção de fazer a barba? O criminólogo Anthony Platt observou que os delitos da rua não são apenas fruto da pobreza extrema. Também são fruto da ética individualista. A obsessão social do êxito, diz Platt, incide decisivamente sobre a apropriação ilegal das coisas. Sempre ouvi dizer que o dinheiro não produz a felicidade, mas qualquer espectador pobre de TV tem motivos de sobra para acreditar que o dinheiro produz algo tão parecido que a diferença é assunto para especialistas.

Segundo o historiador Eric Hobsbawm, o século XX pôs fim a sete mil anos de vida humana centrada na agricultura desde que apareceram as primeiras culturas, em fins do paleolítico. A população mundial urbaniza-se, os camponeses fazem-se cidadãos. Na América Latina temos campos sem ninguém e enormes formigueiros urbanos: as maiores cidades do mundo e as mais injustas. Expulsos pela agricultura moderna de exportação, e pela erosão das suas terras, os camponeses invadem os subúrbios. Eles acreditam que Deus está em toda parte, mas por experiência sabem que atende nas grandes urbes. As cidades prometem trabalho, prosperidade, um futuro para os filhos. Nos campos, os que esperam vêem passar a vida e morrem a bocejar; nas cidades, a vida ocorre, e chama. Apinhados em tugúrios, a primeira coisa que descobrem os recém chegados é que o trabalho falta e os braços sobram. Enquanto nascia o século XIV, frei Giordano da Rivalto pronunciou em Florença um elogio das cidades. Disse que as cidades cresciam "porque as pessoas têm o gosto de juntar-se". Juntar-se, encontrar-se. Agora, quem se encontra com quem? Encontra-se a esperança com a realidade? O desejo encontra-se com o mundo? E as pessoas encontram-se com as pessoas? Se as relações humanas foram reduzidas a relações entre coisas, quanta gente se encontra com as coisas? O mundo inteiro tende a converter-se num grande écran de televisão, onde as coisas se olham mas não se tocam. As mercadorias em oferta invadem e privatizam os espaços públicos. As estações de auto-carros e de comboios, que até há pouco eram espaços de encontro entre pessoas, estão agora a converter-se em espaços de exibição comercial.

O shopping center, ou shopping mall, vitrina de todas as vitrinas, impõe a sua presença avassaladora. As multidões acorrem, em peregrinação, a este templo maior das missas do consumo. A maioria dos devotos contempla, em êxtase, as coisas que os seus bolsos não podem pagar, enquanto a minoria compradora submete-se ao bombardeio da oferta incessante e extenuante. A multidão, que sobe e baixa pelas escadas mecânicas, viaja pelo mundo: os manequins vestem como em Milão ou Paris e as máquinas soam como em Chicago, e para ver e ouvir não é preciso pagar bilhete. Os turistas vindos das povoações do interior, ou das cidades que ainda não mereceram estas bênçãos da felicidade moderna, posam para a foto, junto às marcas internacionais mais famosas, como antes posavam junto à estátua do grande homem na praça. Beatriz Solano observou que os habitantes dos bairros suburbanos vão ao center, ao shopping center, como antes iam ao centro. O tradicional passeio do fim de semana no centro da cidade tende a ser substituído pela excursão a estes centros urbanos. Lavados, passados e penteados, vestidos com as suas melhores roupas, os visitantes vêm a uma festa onde não são convidados, mas podem ser observadores. Famílias inteiras empreendem a viagem na cápsula espacial que percorre o universo do consumo, onde a estética do mercado desenhou uma paisagem alucinante de modelos, marcas e etiquetas. A cultura do consumo, cultura do efémero, condena tudo ao desuso mediático. Tudo muda ao ritmo vertiginoso da moda, posta ao serviço da necessidade vender. As coisas envelhecem num piscar de olhos, para serem substituídas por outras coisas de vida fugaz. Hoje a única coisa que permanece é a insegurança, as mercadorias, fabricadas para não durar, resultam ser voláteis como o capital que as financia e o trabalho que as gera. O dinheiro voa à velocidade da luz: ontem estava ali, hoje está aqui, amanhã, quem sabe, e todo trabalhador é um desempregado em potencial. Paradoxalmente, os shopping centers, reinos do fugaz, oferecem com o máximo êxito a ilusão da segurança. Eles resistem fora do tempo, sem idade e sem raiz, sem noite e sem dia e sem memória, e existem fora do espaço, para além das turbulências da perigosa realidade do mundo.

Os donos do mundo usam o mundo como se fosse descartável: uma mercadoria de vida efémera, que se esgota como esgotam, pouco depois de nascer, as imagens que dispara a metralhadora da televisão e as modas e os ídolos que a publicidade lança, sem tréguas, no mercado. Mas a que outro mundo vamos nos mudar? Estamos todos obrigados a acreditar no conto de que Deus vendeu o planeta a umas quantas empresas, porque estando de mau humor decidiu privatizar o universo? A sociedade de consumo é uma armadilha caça-bobos. Os que têm a alavanca simulam ignorá-lo, mas qualquer um que tenha olhos na cara pode ver que a grande maioria das pessoas consome pouco, pouquinho e nada, necessariamente, para garantir a existência da pouca natureza que nos resta. A injustiça social não é um erro a corrigir, nem um defeito a superar: é uma necessidade essencial. Não há natureza capaz de alimentar um shopping center do tamanho do planeta.

Belo Horizonte: Morte após reação adversa da vacina H1N1 - Família de jovem morta acusa Samu de omissão

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

Parentes de Fernanda Carlos alegam que socorro precisou ser feito pelos Bombeiros


Uma acusação de omissão de socorro e a suspeita de que a morte tenha sido provocada por complicações após a aplicação da vacina contra a gripe suína marcaram, nesta segunda-feira (3), o sepultamento da eletricista Fernanda Martinha Carlos, 27 anos.

Segundo a família da jovem, que não possui laudos médicos que comprovem que a morte tenha sido provocada pela vacina, ela sentia fortes dores nas costas, febre alta e enrijecimento de um dos braços quando faleceu, na manhã do último domingo, no Pronto-Socorro Risoleta Neves, em Belo Horizonte.

No atestado de óbito foi registrada “causa desconhecida” para a morte de Fernanda. O corpo foi autopsiado no Instituto Médico-Legal (IML) e o laudo deve ficar pronto em 30 dias. A Secretaria de Saúde de Contagem informou que vai aguardar o laudo do IML sobre a causa da morte para determinar quais providências serão tomadas a respeito da vacina. Parentes de Fernanda prometem acionar a Justiça.

O tio da eletricista, o sargento do Corpo de Bombeiros Fábio Hermógenes, acusa o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de omissão de socorro. Ele conta que, por volta de 1 hora de domingo, Fernanda, que morava com os pais no Bairro Xangri-lá, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), apresentou agravamento dos sintomas que vinha sentindo há vários dias, segundo ele, desde que ela foi vacinada, no dia 12.

Meus pais ligaram para o Samu várias vezes pedindo que mandassem uma ambulância, mas a médica que atendeu disse que era apenas uma virose e receitou Paracetamol ou Dipirona”, afirmou Hermógenes. Fernanda foi socorrida por uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros, mas sofreu complicações a caminho do Risoleta Neves, onde morreu.

Segundo o diretor do Samu em Contagem, Luiz Braun, os parentes de Fernanda não solicitaram ambulância, mas pediram apenas orientações sobre o que fazer. A conversa foi gravada.

Um dia antes, a eletricista chegou a ser internada no Hospital Municipal Odilon Behrens, na capital, com febre e dor torácica. “Ela era saudável, mas começou a passar mal depois que tomou a vacina”, afirmou Laudelino Carlos Filho, tio de Fernanda.

Em nota, a assessoria do Odilon Behrens informou que a eletricista recebeu alta após avaliação médica e exames de raio X e ecocardiograma. A avaliação do quadro clínico, informa a nota, não constatou, naquele momento, qualquer alteração que apresentasse risco de morte.

Reações adversas à vacina H1N1: Saiba porque a desculpa da alergia a ovo é falsa

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial
Temos ouvido toda vez que ocorre uma reação adversa a mesma ladainha: "esta pessoa provavelmente tinha alergia a ovo".

Esta história de alergia a ovo é para tentar desviar todas as reações adversas como se fossem alergias a ovo. Estão colocando toda e qualquer reação no mesmo balaio, como se fosse por alergia a ovo.


Veja então o que nos diz no site da "Universidade Americana de Alergia, Asma e Imunologia":

Flu Shots And Egg Allergy
People with egg allergy could have a reaction when given the flu vaccine because the vaccine may contain some amount of egg protein. Fortunately, even in individuals with confirmed egg allergy, flu vaccines may be administered under certain conditions by experienced physicians. Most reactions to flu vaccines are not due to egg-allergy.

Tradução:
Vacinas contra a gripe e alergia ao ovo
Pessoas com alergia a ovo podem ter uma reação quando receberem a vacina contra a gripe porque a vacina pode conter uma certa quantidade de proteína do ovo. Felizmente, mesmo em indivíduos com alergia a ovo confirmada, vacinas contra a gripe pode ser administrada sob determinadas condições, por médicos experientes.
A maioria das reações às vacinas contra a gripe não são devidos a alergia ao ovo.

Não passa de um subterfúgio para tentar justificar as centenas de mortes que tem ocorrido neste país devido à vacina. Alguém pode me perguntar: porque o governo teria interesse em esconder as reações adversas? Eu respondo: como eu postei algumas semanas atrás, que após a repercussão como o ministério da saúde não negou que nos contratos com as empresas farmacêuticas havia uma cláusula isentando-as de qualquer ações ocasionadas por efeitos da vacina, como morte e invalidez. Na resposta do MS apenas diz: "Não temos essa informação". Como diz o ditado que quem não nega consente, podemos assumir que esta cláusula existe sim, e como qualquer ação na justiça iria recair sobre o governo, estão fazendo de tudo para negar que existe qualquer ligação causal da vacina e das dezenas mortes que já ocorreram.

25 de maio de 2010

Estadão: EUA ordenam expansão de atividades militares clandestinas no Oriente Médio

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial
Mais incrível foi ver esta notícia no New York Times e no Estadão... Uma sumário para o artigo abaixo: "EUA está aumentando seu terrorismo externo para desestabilizar e obter controle do Iran."

WASHINGTON- O principal comandante americano no Oriente Médio ordenou uma ampla expansão de atividades militares clandestinas em um esforço para conter grupos militantes ou ameaças no Irã, Arábia Saudita, Somália e outros países da região, de acordo com oficiais de defesa e documentos militares revelados ao jornal The New York Times.

A ordem secreta, assinada em setembro pelo general David H.Petraeus, autoriza o envio de tropas de operações especiais dos Estados Unidos tanto para nações hostis como amigáveis no Oriente Médio, Ásia Central e África para reunir esforços e construir alianças com as forças locais.

De acordo com fontes oficiais, a ordem também abre caminho para possíveis ataques militares no Irã se tensões a respeito de seu programa nuclear aumentarem.

A medida ordenada por Petraeus estabelece o uso de pequenas equipes de soldados americanos para preencher lacunas de inteligência a respeito de grupos terroristas e outras ameaças no Oriente Médio, especialmente grupos que estejam organizando ataques contra os Estados Unidos.

Contudo, alguns oficiais do Pentágono temem que a expansão das atividades militares clandestinas tragam riscos. As atividades poderiam prejudicar as relações com governos aliados, como a Arábia Saudita ou Iêmen, ou incitar a raiva de nações hostis como o Irã e a Síria. Muitos militares também estão preocupados com a possibilidade de que soldados sejam tratados como espiões se capturados, e as convenções de Genebra para prisioneiros de guerra sejam negadas a eles.

As operações precisas autorizadas pela ordem não foram esclarecidas, assim como as ações já tomadas pelos militares para segui-la. O documento ao qual o NYT teve acesso dá poucos detalhes sobre missões ou operações de inteligência.

O texto de sete páginas aparenta autorizar operações específicas no Irã, em sua maioria para recolher informações de inteligência sobre o programa nuclear do país ou identificar grupos dissidentes que possam ser úteis para uma futura ofensiva militar. A administração Obama insiste em que, no momento, está compromissada em penalizar o Irã apenas com sanções diplomáticas e econômicas. O Pentágono teria que elaborar planos de guerra detalhados para estar preparado no caso de Obama autorizar um ataque.

[VIDEO] Obama clama por um governo mundial: "Nova Ordem Internacional"

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial
No último sábado, Obama mostrou suas cores verdadeiras de NWO mesmo tendo evitado o popular chavão "Nova Ordem Mundial", substituindo "mundo" com "International." Ambas as palavras são sinônimos entre si.

Durante um discurso em West Point, Obama se comprometeu a ajudar na elaboração de uma "nova ordem internacional" para proteger a segurança dos EUA e destacou sua fé em instituições globais. Ele vê os EUA assumir um papel de destaque na formação de um novo mundo com valores democráticos globais.

Podemos comparar o seu discurso ao do presidente George Herbert Walker Bush em 1990 e 1991, pouco antes e novamente após o que se tornou conhecido como a Primeira Guerra do Golfo. O ancião presidente Bush falou dos "mil pontos de luz", em referência a uma "Nova Ordem Mundial" e repetiu a frase durante seu clamor por uma governança global. Obama está sinalizando seu compromisso com a causa iluminista e seus mestres de marionetes enquanto ele ordena medidas para acelerar o ritmo dos Estados Unidos rumo a um conflito militar no Médio Oriente.

Observamos que na semana passada, o presidente Obama silenciosamente ordenou um aumento da presença militar americana de forma maciça no Médio Oriente, constituído de transferências de grandes quantidades de munição para as bases americanas na região do Oriente Médio, juntamente com Super-porta-aviões de aeronaves da Marinha americana, o USS Truman, além de outros quatro grupos de porta-aviões que devem chegar à região nos próximos 60 a 90 dias.

O discurso do presidente Obama na principal universidade da América para a formação de futuros generais sugere que o presidente está enviando um sinal de confirmação de que ele está preparado ordenar às forças militares americanas em um compromisso que será mais um passo no cumprimento da agenda Illuminati para uma "nova ordem internacional" :
"aquele que pode resolver os desafios de nossos tempos". Ele passou a descrever esta "ordem" e sua agenda:

"A luta contra o extremismo violento e rebeliões; impedir a propagação de armas nucleares e segurança de materiais nucleares; a luta contra as alterações climáticas e sustentação do crescimento global; ajudar os países a se alimentar e cuidar dos seus doentes, a prevenção de conflitos e curar as suas feridas".
"Sim, estamos de olhos claros abertos sobre as deficiências do nosso sistema internacional. Mas a América não conseguiu se distanciar das correntes de cooperação internacional. Tivemos sucesso ao dirigir estas correntes no sentido da liberdade e da justiça - por isso as nações prosperam ao cumprir suas responsabilidades e encaram as conseqüências quando não".

O presidente também afirmou que, sob sua liderança, os EUA continuarão a desenvolver uma estratégia de "renovação nacional e liderança global". Enquanto discursava à turma deste ano de novos oficiais na academia militar de West Point, o presidente também pediu aos civis americanos para atender a chamada ao serviço da nação, garantindo o futuro econômico da América, educar seus filhos e enfrentar os problemas da pobreza e da mudança climática. Ele disse que o país deve seguir sempre o que ele chamou de "direito universal" enraizado na Constituição.

"Vamos promover estes valores acima de tudo vivendo eles - através de nossa fidelidade ao Estado de Direito e à nossa Constituição, mesmo quando for difícil, e através do nosso compromisso de sempre buscar uma união mais perfeita".

As observações do presidente acontecem ao mesmo tempo que a União Européia oscila à beira do colapso e do "esquecimento", e quando Obama se prepara para revelar ainda esta semana sua primeira estratégia de segurança nacional. Será o seu esboço oficial para a multidão de iluministas e da Nova Ordem Mundial de seus planos para cumprir a agenda iluminista que traz um novo ditador global, sob o pretexto da democracia global.

Devemos notar também que o sinal do presidente para que os seus mentores iluministas também vem depois de ele ter despedido o Diretor Nacional de Inteligência, Dennis Blair, na quinta-feira depois que uma série de reuniões, nas quais surgiu uma grande diferença de opinião entre Blair e o presidente em assuntos de segurança nacional. Informantes de Washington relatam que a dispensa de Blair envolveu tentativas de Blair de controlar as principais opiniões e conclusões de inteligência e de influenciar a política da Casa Branca em vez de deixar as decisões a cargo do presidente. Pessoas próximas do governo americano também relatam que vários funcionários da agência de inteligência reclamaram confidencialmente que o presidente Obama está "micro-gerenciando" a política externa e a segurança nacional, em vez de deixar as decisões para os vários chefes de departamento. Também sugerem que Blair estava interferindo com a agenda da Nova Ordem Mundial, provavelmente apenas na medida em que ele foi mais cauteloso na abordagem que o cronograma que os mestres de fantoches exigem.

Gostaria de observar que o cronograma iluminista para realizações de sua agenda parece estar se movendo em um ritmo acelerado em um esforço para cumprir a meta de instalar um novo governo global até dezembro de 2012.

24 de maio de 2010

Assustador: Relato de reação adversa a vacina H1N1

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

Gostaria de divulgar um relato de um caso grave de reação adversa à vacina H1N1, postado por uma jovem de curitiba em uma comunidade sobre o H1N1 no orkut. Verifiquei o perfil da jovem no orkut, e me pareceu bem autentico, com mais de 500 amigos, fotos com namorado, e os amigos desejando melhoras para a sua doença. Ela me deu permissão para linkar o relato ao seu perfil no orkut.

"Gente, estou desolada. Tomei a vacina lá pelo dia 10 de abril, não tive reação nenhuma apenas dor no braço, como todo mundo! No dia das mães comecei a sentir dor de garganta... e só piorei, veio a gripe com tudo... dor no corpo, febre, etc! Aí fui ao médico na quinta feira quando vi que só piorava, aí o médico me entupiu de remédios, corticóide, antibiótico, remédio pra dor e febre e xarope! Melhorei muito pouco, no sábado fomos ao hospital novamente, estava muito mal da garganta, febre, tosse... aí o médico me receitou uma injeção de dirpospan e disse que se eu não melhorasse até segunda, era pra eu ir atrás do tamiflu e me deu a receita! No sábado, comecei a sentir dores nas juntas(tornozelos e joelhos, fora as costas). Na segunda eu estava melhor, então nos despreocupamos! Mas na terça de manhã, tive uma recaída, com febre, pressão alta, mal estar e dores nos cotovelos, tornozelos, joelhos e até punhos!!! Sentia fortes dores com queimação nas costas. Corremos pro hospital... dessa vez outro hospital... a médica disse não haver teste pra comprovar a gripe h1n1, e sim teste pra influenza. Mas que ela não tinha dúvidas que eu estava com a gripe mesmo!!! Me exigiu 5 dias de repouso e tomar o tamiflu! Hoje já me sinto melhor, tomei a primeira dose na terça à noite, passei muito mal nos dois primeiros dias com fortes dores no peito, costas e juntas. Senti pontadas e sensação de estufamento! Foi muito ruím! Tenho suado muito durante a noite. Ainda estou preocupada, mas agora já estou começando a sentir melhora! Alguém mais passou por algo parecido? Vocês sabiam que não existe teste pra comprovar o vírus? E não é muito estranho, mesmo vacinada, eu pegar a gripe???"
Me parece que as dores nas juntas pode ser um caso de artrite reativa, que é uma condição autoimune, causada normalmente por uma infecçao, ou artrite reumatóide, que pode ser causada por uma tormenta de citocinas.


POR FAVOR, NÃO TOMEM A VACINA! DIVULGUE PARA O MÁXIMO DE PESSOAS QUE VOCÊS PUDEREM!

23 de maio de 2010

Anvisa admite não saber todos os efeitos adversos possíveis da vacina contra H1N1 e que a tecnologia utilizada é nova

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

Com a divulgação de que a vacina contra H1N1 poderia causar resultados falso-positivos em testes para detectar o HIV (entre outros), veio a tona o que o Ministério da Saúde vem tentando negar desde o começo desta campanha de vacinação: nem eles sabem os possíveis efeitos adversos que esta vacina pode causar.

Vejam o porque:



Na Nota Técnica Nº 02/2010 (GGSTO/DIDBB/ANVISA) pode-se ler:

Considerando que:

2. A produção industrial de vacinas contra influenza pandêmica A (H1N1) tem sido realizada de forma acelerada, com a utilização de novas tecnologias de produção e adjuvantes, por tratar-se de uma pandemia e de uma situação de emergência em saúde pública, não havendo, atualmente, dados disponíveis sobre todos os efeitos adversos possíveis.

Deste parágrafo da nota, podemos tirar duas conclusões que expõem várias mentiras divulgadas pelo ministério da saúde e seus mercenários on-line:

  • Não se conhece os possíveis efeitos adversos que esta vacina pode causar.
Sendo desconhecido todos os efeitos adversos, como então podem concluir que a vacina é segura? Como podem descartar as mortes, abortos e problemas sérios ocorridas após a aplicação da vacina se não conhecem todos os efeitos adversos?

  • A vacina contra o H1N1 utiliza novas tecnologias de produção e adjuvantes
O ministério da saúde vem afirmando, desde o início da campanha, que o processo utilizado na fabricação da vacina H1N1 é o mesmo das vacinas sazonais, e que por isto mesmo a vacina H1N1 seria segura, mesmo que tivesse sido desenvolvida e fabricada em tempo recorde. Nesta nota, o Ministério da Saúde admite que isto não é verdade.


Está na hora do Brasil acordar para o fato de que as autoridades da saúde não estão trabalhando no melhor interesse da população brasileira. Foi ocultado da população durante 7 meses que a vacina poderia causar falso positivo para exame de HIV (esta informação estava disponível no site da GSK desde outubro de 2009). Por uma ironia do destino, a divulgação desta informacão agora prova de forma incontestável que temos sido enganados e que esta vacina pode ter efeitos colaterais desconhecidos. Temos que exigir que todos os casos de efeitos adversos sejam divulgados publicamente, e que todos os casos sérios sejam revistos, já que a política atual é de negar a relação causal da vacina e dos efeitos adversos.

22 de maio de 2010

Synthia: cientistas criam vida artificial em laboratório, vacinas à vista

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

Hoje fomos informados, com grande euforia e fogos de artifício, de que a vida sintética foi criada em laboratório. Um pouco de exagero aqui. Na quinta feira a revista Science Magazine reportou a criação de uma bactéria controlada por um genoma quimicamente sintetizado. Nesta página a revista explica o porque chamar de "criação de uma nova vida" seria incorreto. Na página do grupo, que e liderado pelo biologo e empersário americano Craig Venter, pode ser encontrado um Press Release entitulado "Primeira auto-replicante célula sintética de bactéria".

Mas o mais interessante é quem financiou o projeto e seu principal objetivo.

Na revista Financial Times, podemos ler o seguinte:


O primeira aplicação dos genomas sintéticos poderá ser no rápido desenvolvimento de vacinas contra novas gripes. O Instituto Nacional de Saúde do governo americano está financiando um projeto de Venter para fabricar componentes sintéticos de uma grande variedade de vírus da gripe, que podem ser encaixados para criar novas vacinas contra novas estirpes infecciosas que surgirem.

Tendo o governo americano por trás financiando o projeto, e sendo o seu primeiro objetivo a criação de vacinas, sei não, mas não me cheira coisa boa...

21 de maio de 2010

Terra: Vacina contra H1N1 pode gerar falso positivo em teste de HIV

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

O Departamento de Doenças Sexualmente Transmitíveis, AIDS e Hepatites Virais do Ministério da Saúde liberou uma nota técnica sobre a possibilidade de resultados falso-positivos em testes imunoenzimáticos (ELISA) para HIV entre pessoas que receberam a vacina contra o vírus da gripe suína.

Conforme o departamento, devido à forma acelerada de produção industrial da vacina contra o vírus H1N1, não há no momento dados disponíveis sobre todos os efeitos colaterais, porém foi observado que pessoas que tomaram a vacina, ao fazer o teste de HIV-1 apresentaram falsos positivo, ou seja, os resultados indicaram que o vírus da aids está presente, quando, na verdade, não está.

De acordo com o Ministério da Saúde, isso ocorre porque, ao tomar a vacina, o corpo começa a produzir anticorpos Imunoglobina M (IgM), primeira defesa do organismo contra infecções. Nesse processo, a presença de anticorpos dirigidos a outros agentes infecciosos que podem ser similares ao HIV, produziriam resultados falso positivo nos exames. Eu achei em algumas publicacoes associacao entre o IgM e o esqualeno. Me corrijam se eu estiver errado, mas me parece que o IgM é um anti-corpo anti-esqualeno. Mais um benefício do esqualeno, minha gente!!!

Segundo a orientação do departamento de DSTs, em caso de teste positivo, é recomendada a realização de uma verificação o resultado. O segundo exame não deve ser reagente em caso de reação cruzada com anticorpos produzidos em resposta à vacina contra o vírus da gripe suína. Ainda assim, o resultado negativo nestes testes não descarta a infecção pelo HIV, já que o paciente pode estar no estado de soro conversão, ou outra enfermidade que interfira nos resultados.

O Ministério da Saúde recomendou que os profissionais responsáveis pelo diagnóstico do HIV-1 devem informar aos pacientes que receberam a vacina da gripe suína sobre a possibilidade de resultado falso positivo nos testes. Caso necessário, também devem convocar os pacientes para a realização de nova coleta após 30 dias, até que o diagnóstico seja definitivo.
-----------------------

Update:

Na matéria da globo é detalhado que o falso resultado positivo pode ocorrer até 112 dias após tomar a vacina, ou seja, 4 meses. O mais incrível é que este "probleminha" já havia sido detectado pela Anvisa em março, mas apenas agora, no fim da campanha, é que resolveram divulgar a informação. No vídeo da globo diz que o prazo é de 30 dias, mas na matéria escrita é de 4 meses. Nem conseguem entrar em acordo neste período.

Segunda a técnica Lilian Inocêncio, "não há motivo para pânico. Ninguém precisa se preocupar porque nenhum paciente vai receber o resultado positivo sem que seja feita a contraprova”, afirmou Lilian. De acordo com ela, "nenhum paciente é informado de que tem o vírus HIV sem que seja feita antes a contraprova."

Normalmente a pessoa quando tem positivo é chamada para fazer outro exame, de forma que no meu ver não muda nada. Vão chamar o camarada para fazer um outro exame, o que deixaria qualquer indivíduo completamente desesperado. Imaginem a quantidade de pessoas com exames falso positivos já desde março? Quantas pessoas não tiveram suas vidas arruinadas por causa de um falso positivo deste? Não há motivo para panico? Porque não deram esta informação antes então?

E claro que não foi divulgado para não atrapalhar a campanha de vacinação. Se as pessoas já tinham dúvidas em tomar a vacina, imaginem sabendo que ela teria ainda mais este efeito?

Vejamos no site da GSK, uma das produtoras da vacina, na seção de interações da vacina Pamdemrix, a vacina contra H1N1 da GSK:
http://health.gsk.com/hcp/H1N1Vaccine/safety.htm

"Após a vacinação contra a gripe, podem ser obtidos falso positivos nos testes de sorologia pelo método ELISA para o anticorpo do vírus da imunodeficiência humana-1 (HIV-1), vírus da hepatite C e, especialmente, HTLV-1. Nesses casos, o método de Western Blot é negativo. Estes resultados falso-positivos transitórios podem ser devidos à produção de IgM em resposta à vacina."

Esta informação estava disponível desde outubro de 2009. Isto pode ser checado pesquisando pelo texto em inglês, e o resultado mais antigo é de 29/out/2009. Mas claro, não havia interesse em divulgar esta informação.

Vídeo: Wenlock e Mandeville mascotes dos Jogos Olimpicos de Londres 2012

Matéria Retirada do Blog: A Conspiração

PS: Esta mais do que explicito o simbolismo, rs
Só nao enxerga quem não quer...

19 de maio de 2010

Vacinação H1N1 na Noruega: 801 incidentes, 201 casos sérios de reações adversas e 10 mortes, segundo a Agência Médica Norueguesa

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

No ano passado, o programa de vacinação em massa contra a gripe suína na Noruega causou a morte de 10 pessoas.

Segundo dados divulgados pela Agência Médica Norueguesa, a vacina Pandemrix causou 801 incidentes relatados de efeitos colaterais. As autoridades de saúde consideraram 201 destes casos como graves.

Entre outros sintomas, os pacientes experimentaram reações alérgicas severas e caimbras. Mas talvez o mais grave foram os que sofreram da síndrome de Guillain-Barré, que causa paralisia ascendente progressiva das pernas. Também pode afetar os braços e parte superior do corpo, e na pior das hipóteses pode paralisar os músculos respiratórios.

A vacina também afetou as mulheres grávidas e crianças. Houve 16 casos de abortos, morte fetal, ou natimorto. 58 crianças foram também internadas para observação devido a desmaios, febre, fadiga, perda de apetite e desidratação.

Cerca de dois milhões de pessoas foram vacinadas contra a gripe suína no ano passado, a agência diz que está investigando todos os incidentes.

De acordo com um outro jornal O aftenposten (link para o google translate em inglês),a vacina causou mais mortes do que o vírus H1N1 até agora. A vacina Pandemrix é a mesma vacina da GSK distribuída no Brasil. O jornal disse que esta vacina é a mais perigosa, mas que o governo Noruegues detêm mais de 9 bilhões em ações desta empresa.

O Aftenposten diz ainda que na Suécia houveram 20 mortes e 22 abortos em conexão com a vacina.

Este mesmo jornal mencionou que a editora do Jornal da Associação Médica da Noruega, a virologista Charlotte Haug, foi uma das poucas céticas em relação a pandemia no ano passado. Parabéns para a Charlotte!

Paraná: Homem que tomou vacina contra H1N1 contrai gripe suína

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

De acordo com a 16ª RS, é a primeira vez que uma pessoa imunizada contra a Gripe A contrai a doença na região


Paciente foi vacinado contra a nova gripe em abril

A 16ª Regional de Saúde (RS) confirmou hoje que uma das pessoas infectadas pelo vírus H1N1 na região já havia tomado a vacina contra a nova gripe.

Um homem de 30 anos, possivelmente portador de doença crônica, foi vacinado no dia 20 de abril e passou a apresentar sintomas da Influenza A cerca de 15 dias depois.

O paciente é de Arapongas.

É a primeira vez que uma pessoa imunizada contrai a doença na região.



Esta informação nos mostra como esta bilionária campanha de vacinação é um crime vergonhoso, pois nem proteger contra o vírus que diz proteger o faz. Ainda mais, pela proximidade com a data de vacinação, fica a dúvida se esta pessoa não teria sido infectado pela vacina em si.

17 de maio de 2010

[VIDEO] Russia Today: Jornalista fala sobre Bilderberg Group

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

Em uma entrevista do jornalista do We Are Change, Luke Rudwoski, com o jornal russo Russia Today, mostra sua luta para expor os encontros do grupo Bilderberg anualmente, os quais decidem os rumos das políticas de todas nações do planeta.

Ele fala também sobre o fato de Steve Colbert, que tem um programa humorístico e falou (com uma pitada de humor é claro) sobre o grupo Bilderberg em seu show. Luke estava no auditório e antes do show perguntou se Stephen estava ciente sobre o encontro de elitistas chamado Grupo Bilderberg. Stephen então durante o show falou:

"Se alguém de vocês assistindo este programa é parte do secreto Grupo Bilderberg... [risadas], por favor nao assassinem repórteres free-lancers, isto não é legal caras, isto não é legal. E por favor, liguem para mim." Ele olha para a platéia, no caso Luke e diz: Você me deve uma amigo"

No vídeo mais abaixo (infelizmente, apenas em ingles) voce ve no programa de Luke e a um trecho do programa do Stephen Colbert.



[VIDEO] SBT Maranhão: Criança de 1 ano e 10 meses morre após receber a segunda dose da vacina H1N1

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

Mais uma morte ocorrida após a vacinação que provavelmente passará em branco como todas as outras.

A criança de 1 ano e 10 meses, Francisco Jailson, do município de Raposa, no Maranhão, após tomar a segunda dose da vacina H1N1, passou a ter febre alta, vômitos e falta de apetite. Ele chegou a ser internado na maternidade local e também no Hospital da Criança, em São Luis, e morreu na tarde de domingo. No IML deram como motivo da morte "causa desconhecida".

Pode-se ver estampado no rosto da coordenadora de vacinação, Jaqueline Rios, o nervosismo ao tentar defender a segurança da vacina. Ela diz ter ido ao município "colher dados para o caso". Eu diria que ela foi ao município para abafar o caso e se certificar de que nenhum médico ou legista iria dar como causa da morte a vacina H1N1.

Ela ainda tenta dizer que até agora nunca foi comprovado o óbito pela vacina. Mas claro, com toda esta máquina governamental para se certificar que os efeitos adversos resultantes em mortes , abortos e sequelas graves nunca terão ligação com a vacina. sempre poderão alegar que nunca existiu nenhum caso que prove que a vacina causou a morte. Nós já reportamos aqui que este não é o caso, que nos EUA, 66 mortes haviam sido reportadas até algumas semanas atrás.

O mais incrível foi que não consegui achar NENHUMA informação em nenhum jornal no Brasil. Se alguém encontrar, por favor, deixe um comentário.

A mãe diz não ter dúvidas que a morte do filho foi causada pela vacina, que foi só ele tomar a vacina que ele adoeceu.

Veja a reportagem do SBT no vídeo abaixo:

15 de maio de 2010

Membro da Comissão Tri-Lateral deixa escapar que esta está trabalhando para provocar uma guerra com Iran

Matéria Retirada do Blog: A Nova Ordem Mundial

A Comissão Trilateral foi criada pelo mega-bilionário e membro da elite David Rockefeller, sendo uma bifurcacao do CFR (Conselho para relacoes exteriores) para permitir a entrada do Japão. Ela faz parte do governo obscuro paralelo mundial, juntamente com o CFR e o Bilderberg.

O membro da Comissão Trilateral (CT) Mikhail Slobodovsici, conselheiro-chefe para a liderança da Rússia, involuntariamente forneceu uma perspectiva reveladora sobre os planos da elite global durante a recente reunião do grupo em Dublin, Irlanda, quando ele por engano disse a um ativista do grupo We are Change da Irlanda, que ele pensava ser um companheiro trilateral, que os globalistas estariam planejando uma guerra com o Iran.

De acordo com o fascinante artigo de Jim Tucker sobre o acontecido, Slobodovsici também deixou escapar ao ativista do We Are Change Irlanda Alan Keenan que os Trilateralistas e os seus contrapartes Bilderbergs têm a intenção de explorar a crise econômica para finalizar os planos para um governo mundial, mas que essa agenda está sendo severamente dificultada pelos chamados "nacionalistas", que estão se tornando cada vez mais conscientes do impacto global que o governo terá à sua liberdade e em seus padrões de vida.

"Estamos decidindo o futuro do mundo", disse Slobodovsici a Keenan. "Precisamos de um governo mundial", disse ele, mas referindo-se ao Irã disse que "nós precisamos nos livrar deles".
"De repente, Slobodovsici reparou que o crachá Keenan tinha um rótulo diferente do que o da reuniao trilateral e disse: 'Eu não posso falar, nós operamos sob regras da Chatham House'", relata Tucker.
Esta regra diz respeito ao sigilo total do que é discutido em reuniões, sob o pretexto de incentivar o debate livre. O mesmo acontece nas reuniões do clube Bilderberg.

A posição de Slobodovsici sobre o Iran é tanto alarmante e surpreendente, dado que a Rússia tem geralmente apoiado o direito do Iran de desenvolver um programa de combustível nuclear pacífico e ajudou diretamente o Iran a construir reatores.

Tucker também revela que os trilateralistas estão desanimados com a forma como os seus planos de governo globais e centralização do poder estão sendo ferozmente combatidos.

"Fica pior a cada ano, não melhor", disse um deles. "Por que nós nos preocupamos em nos encontrar mais?"

"Nós não podemos simplesmente desistir e sair", respondeu outro. "Bilderberg espera que tenhamos um plano definido."

O fato de que a elite tinha planejado ter seu governo mundial plenamente operacional até o ano 2000 - ou seja, dez anos de atraso - tem sido causa de grande preocupação entre os Trilateralistas, reporta Tucker.

"Os membros da Comissão Trilateral estão desanimados pois não foram capazes de explorar a crise econômica que ajudaram a gerar para criar um departamento do tesouro global, sob a ONU. "

Eles culpam o "crescente nacionalismo" e perguntam "como as pessoas sabiam sobre isso," de acordo com testemunhas no interior do hotel onde foi sediada o encontro".

A queda contínua do euro ameaça destruir toda a marcha para a governança global, um problema que os elitistas querem abordar incentivando a impressão de euros, em um esforço para derramar mais dinheiro em países falidos como a Grécia, Portugal e Espanha.

O fato de que um ativista do We are Change da Irlanda foi capaz de enganar um membro da Comissão Trilateral e fazer este dar com a língua nos dentes sobre a agenda dos globalistas é surpreendente. Como foi ressaltado recentemente por membros do jornal "Sovereign Independent" que enfrentaram David Rockefeller durante a mesma reunião em Dublin, os Trilaterals não têm a mesma segurança intensa que é dada ao grupo Bilderberg durante seu encontro anual.

O clube Bilderberg deve se encontrar no Hotel Dolce Sitges, perto de Barcelona, Espanha, de 4 a 7 de junho para a sua reunião anual, em que irão cobrir terreno semelhante às questões que estavam em debate na conferência trilateral em Dublin.

Abaixo um outro vídeo no qual os membros do jornal "Sovereign Independent" conseguiram burlar a segurança de David Rockefeller e entregar uma cópia de seus jornais, dizendo: "Mr. Rockefeller, você nunca terá sua nova ordem mundial, nós não somos seus escravos, nós não somos seus escravos."




Para mais Informações:
Infowars: Trilateral Commission Wants War With Iran
American Free Press: TUCKER TRUMPS TRILATS

13 de maio de 2010

Alex Jones Vacinas Armas Quimicas e Eugenia

Video retirado do canal: luish06
Via: A Conspiração

Alex Jones comenta das vacinas e de programas de redução da população, em vigor amplamente no planeta há décadas. Através de várias frentes, globalistas querem reduzir a população global, de maneira genocida. Alex comenta do Dr Russel Blaylock, criticado pela mídia por suas pesquisas.

12 de maio de 2010

Documentário: Will The Annunaki Return

Documentário Retirado do Canal: f3ck4r



Atendendo à crescente especulação sobre 2012, Zecharia Sitchin traz revelações sobre o planeta Nibiru e os Anunnaki. Zecharia concordou em falar e dar a sua informação oficial sobre o assunto em uma palestra exclusiva de 2 horas em apresentação de slides. Com uma massa de prova, ele analisa lendas maia e calendários antigos, e orienta o ouvinte através de profecias bíblicas, para chegar a conclusões surpreendentes e previsões precisas sobre o Fim dos Dias.

Video: 2012 - Nasa e Explosões Solares

Fonte Original: fimdostemposnet
Via: A Conspiração




Artefato irá orbitar a 35 mil quilômetros da Terra.
Objetivo é conseguir prever atividades solares.

Uma tempestade solar é a principal ameaça ao funcionamento das redes de televisão e de internet durante a Olimpíada de Londres, em 2012. Este é o prognóstico de Richard Harrison, da Rutherford Appleton Laboratory, de Oxfordshire, na Inglaterra. A previsão foi feita às vésperas do lançamento, nesta semana, do Observatório de Dinâmica Solar da Nasa.

A sonda que a Nasa pretende lançar neste sábado passará cinco anos orbitando a Terra, investigando as causas da extrema atividade solar como os ventos solares e as erupções violentas a partir de sua atmosfera.

Citado hoje pelo jornal The Times, o professor Harrison disse que esses fenômenos podem expor os astronautas a doses mortíferas de partículas, além de tornar os satélites inativos e provocar erros e problemas em todo os tipos de serviços de comunicações.

Embora os picos na atividade solar possam perturbar as comunicações terrestres e por satélite, foi praticamente impossível até agora prever as tempestades solares. Os cientistas esperam que as informações que terão graças ao observatório os ajudem a saber, antecipadamente, sobre a ocorrência de labaredas solares e tormentas magnéticas.

O observatório analisará, entre outras coisas, os campos magnéticos do Sol e as mudanças de energia do vento solar, as partículas energéticas e as variações de sua radiação. O lançamento acontecerá em um momento em que o Sol volta a dar sinais de agitação após vários anos de quase inatividade, segundo os astrônomos.

Entre 2008 e 2009, houve mais de 250 dias sem manchas solares, um recorde desde 1913, mas nas duas últimas semanas foram registradas duas labaredas solares, o que pode significar que o Sol está entrando em uma fase mais ativa de um novo ciclo. Para o cientista britânico, o lançamento não podia ser mais oportuno.

11 de maio de 2010

Vídeo: Alex Jones no RT - A crise na Grécia e o desenrolar do colapso financeiro global - A republica americana está caindo

Créditos de: Canal luish06
Via: A Conspiração
Para mais informações: InfoWars

Alex Jones em entrevista ao Russia Today, mostra o lado oculto da crise financeira mundial sendo engenhada pelo cartel dos bancos internacionais, de modo a impor o governo mundial e tomar o controle de cada nação soberana na terra. Esse plano vai espalhar no planeta e teremos em breve uma governância mundial tirana hitleriana e stalinista.


Email em massa para jornalistas com informaçoes sobre o H1N1 - Faça sua parte!

Matéria Orginal do Blog: A Nova Ordem Mundial
Via: A Conspiração

Caso você tenha um jornal em sua cidade, ou se conhecer algum jornalista, copie este email e mande para eles.

Notícias reais sobre o H1N1 e a vacina

Gostaria de repassar estas informações para vocês repórteres. É obrigação de todo repórter investigar estas informações e repassá-las a seus leitores. É direito da população brasileira conhecer os dois lados da história.

Contra fatos não há argumentos!


O que segue abaixo são notícias, reportagens e estudos, nacionais e internacionais, que colocam por terra o mito da gripe como pandemia e da vacina como a "melhor arma" contra esta fantasia que é a gripe suína. Todas as matérias tem fontes confiáveis, que podem ser checadas facilmente (o link com as fontes está no fim de cada matéria).

Por favor verifiquem o conteúdo e as fontes e repassem. No fim de cada artigo existe links para as fontes originais, algumas vezes em inglês.

Eu faço um apelo para que investiguem estas informações. Não são rumores ou boatos, são informações retiradas de veículos de informações confiáveis. Por favor verifiquem!

Agradeço antecipadamente!

- Alagoas: Menina morre após tomar vacina
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/alagoas-menina-morre-apos-tomar-vacina.html
- Ceará: Sogro do cantor Waldonys morreu depois de ser vacinado contra H1N1
http://www.anovaordemmundial.com/2010/05/ceara-sogro-do-cantor-waldonys-morreu.html
- [VIDEO] Rondônia: Grávida perde bebê após tomar vacina da gripe suína
http://www.anovaordemmundial.com/2010/05/video-rondonia-gravida-perde-bebe-apos.html
- Austrália interrompe vacinação H1N1 para crianças menores de 5 anos após aumento no número de reações adversas
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/australia-interrompe-vacinacao-h1n1.html
- ZeroHora: Jovem tem pernas paralisadas após receber a vacina contra a gripe suína no Rio Grande do Sul
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/zerohora-jovem-tem-pernas-paralisadas.html
- Urgente! Rapaz de 26 anos morre após vacinação
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/urgente-rapaz-de-26-anos-morre-apos.html
- Tanque Novo: Criança morre após tomar vacina H1N1
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/tanque-novo-crianca-morre-apos-tomar.html
- [VIDEO] Bebê é internado após tomar vacina contra gripe H1N1 em SP
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/video-bebe-e-internado-apos-tomar.html
- Opinião de profissionais altamente qualificados sobre o vírus H1N1 e a vacina
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/opiniao-de-profissionais-altamente.html
- Especialista Australiano: Imunização em Massa contra o H1N1 inadequada / Riscos de contrair Hepatite e HIV
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/especialista-australiano-imunizacao-em.html
- Bomba: Diário Digital de Portugal: Gripe A(H1N1): OMS e farmacêuticas acusadas de alarmismo
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/diario-digital-de-portugal-gripe-ah1n1.html
- Irlanda do Norte: O dinheiro gasto com a gripe suína não pode ser justificado
http://www.anovaordemmundial.com/2010/05/irlanda-do-norte-o-dinheiro-gasto-com.html
- Canada: Vacina contra a gripe sazonal aumenta risco de contrair gripe suína, a vitamina D pode ajudar a combater o vírus
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/vacina-contra-gripe-sazonal-aumenta.html
- Estadão: Para Conselho da Europa, OMS exagerou no alerta de gripe suína
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/estadao-para-conselho-da-europa-oms.html
- Documento de Estratégia de Vacinação Nacional Contra H1N1 Prevê Doenças Graves como Guillan Barre
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/documento-de-estrategia-de-vacinacao.html
- Bill Gates admite que vacinas são usadas para depopulação humana
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/bill-gates-admite-que-vacinas-sao.html
- Danos Provocados por Vacinas São Escondidos nas Estatísticas
http://www.anovaordemmundial.com/2010/05/danos-provocados-por-vacinas-sao.html
- BBC: Gripe Suína na Inglaterra : Das Manchetes à Notícia do Passado
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/bbc-gripe-suina-na-inglaterra-das.html
- [VIDEO] Grávidas perdem bebé depois de tomar vacina da Gripe A
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/video-gravidas-perdem-bebe-depois-de.html
- Pará: Bebê morre ao receber vacina contra Gripe A
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/para-bebe-morre-ao-receber-vacina.html
- China Reporta Problemas de Paralisia com a Vacina Contra a Gripe Suína / H1N1
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/china-reporta-problemas-de-paralisia.html
- Ministra da saúde francesa duramente interrogada sobre os conflitos de interesse na vacinação contra o H1N1
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/ministra-da-saude-duramenteinterrogada.html
- Suécia: Gripe A: Homem morre após tomar vacina
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/suecia-gripe-homem-morre-apos-tomar.html
- Polônia é elogiada pelo Conselho da Europa por sua estratégia de não vacinação durante a gripe suína
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/polonia-e-elogiada-por-sua-estrategia.html
- Jun/2009: Polônia desconfiada da vacinação contra a gripe suína
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/jun2009-polonia-desconfiada-da.html
- Times Online: Vitamina D é Melhor que Vacinas na Prevenção da Gripe
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/times-online-vitamina-d-e-melhor-que.html
- Baixos Níveis de Vitamina D está Ligado com a Proliferação do H1N1
http://www.anovaordemmundial.com/2009/11/baixos-niveis-de-vitamina-d-esta-ligado.html
- [Carta de um médico] Gripe Suína: Admirável Gado Novo
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/carta-de-um-medico-gripe-suina.html
- Realidade - Vacinacao H1N1 nos EUA: 3.800 casos serios, 66 mortes, 96 Guillain-Barré e 102 abortos
http://alturl.com/5j2x
- Onde estão os contratos entre as fornecedoras da vacina H1N1 e o governo brasileiro?
http://www.anovaordemmundial.com/2010/04/como-e-o-contrato-das-fornecedoras-da.html
- EUA recusam vacina para gripe A usada na Europa (da GSK, mesma usada no Brasil)
http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/eua-recusam-vacina-para-gripe-usada-na.html

9 de maio de 2010

As Alterações Climáticas secretas

Matéria Retirada do Blog: ECOTRETAS

Descobri na net um documento já do ano passado, mas que nos dá que pensar. A CIA,
essa mesma, elaborou um documento em 1974 sobre as alterações climáticas. O sumário inicial não deixa dúvidas sobre o resto do documento:

The western world’s leading climatologists have confirmed recent reports of a detrimental global climate change. The stability of most nations is based on a dependable source of food, but this stability will not be possible under this new climate era. A forecast by the University of Wisconsin projects that the Earth's climate is returning to that of the neo-boreal era (1600-1850) - an era of drought, famine, and political unrest in the western world.


É claro que a previsão foi errada. Mas a análise que o documento faz, até em termos históricos, é que é a parte mais interessante. Ficamos a saber que o Aquecimento Global até nos traz paz e sossego, porque a alimentação dos povos está assegurada:

Climate has not been a prime consideration of Intelligence analysis because, until recently, it has not caused any significant perturbations to the status of major nations. This is so because during 50 of the last '60 years the Earth has, on the average, enjoyed the best agricultural climate since the eleventh century. An early twentieth century world food surplus hindered U.S. efforts to maintain and equalize farm production and incomes. Climate and its affect on world food production was considered to be only a minor factor not worth consideration in the complicated equation of country assessment. Food production, to meet the growing demands of a geometrically expanding world population, was always considered to be a question of matching technology and science to the problem.

E eles até reconhecem uma das receitas para o sucesso de nós, Portugueses, há mais de 500 anos atrás. Deve ser o primeiro documento de Americanos onde vejo esta verdade, tão pouco conhecida, exposta:

The governments and people of northern Europe once struggled to survive in an environment of persistent crop failure and declining population. On the other hand, Spain, Portugal, and Italy enjoyed a golden age. Their climate assured them of a reliable base for food production. The German states, Russia, the other Slavic nations, and to a certain extent even England and France, lived in the twilight of permanent winter.

O documento é extraordinário. Recomendo a sua leitura integral, para aqueles que pensam que o Aquecimento Global é mau. Eu, depois de ler as desgraças advindas do Arrefecimento Global, quero é calorzinho!

http://1.bp.blogspot.com/_iCyUsWAeuro/S-UlmS4E96I/AAAAAAAABNs/XSdnj5oLoL8/s1600/ciencia+climatica+secreta.jpg

8 de maio de 2010

Ceará: Sogro do cantor Waldonys morreu depois de ter sido vacinado contra H1N1

Matéria Retirada do Blog: A Conspiração

O sogro do cantor Waldonys Menezes (acordeonista e músico do genero forró), Luciano Moreno Tavares, 66, faleceu na manhã de terça-feira, em consequência de infecção generalizada. A família acredita que a septicemia foi desencadeada pela vacina contra a gripe H1N1 que ele tomou. O coordenador de Proteção e Promoção da Saúde da Secretaria de Saúde do Estado (SESA), Manoel Fonseca, que está investigando o caso, assegurou que a morte não aconteceu em decorrência da vacina aplicada no sogro do cantor.

Waldonys Menezes contou ao jornal O Estado que Luciano era um homem forte e que tinha poucos problemas com a saúde, apesar de ter 106 kg. “Ele teve, há muito tempo, um problema com o fígado e era hipertenso”, disse. Comentou que seu sogro foi vacinado na terça-feira, 20, e na quinta-feira, 22, começou a sentir fortes dores no pescoço, depois na coluna e, no sábado, na coxa, sempre do lado esquerdo do corpo. “As dores aconteciam sempre do mesmo lado onde foi aplicada a vacina. Na segunda-feira, fomos com ele ao Hospital São Carlos. Pediram para bater um raio-X e uma ultrassom. Nada foi encontrado. Tudo isso com ele sentindo muita dor. Nem um hemograma simples foi pedido”, descreveu.

Waldonys declarou que na noite da última segunda-feira a sua esposa pediu para ir à casa de Luciano, pois ele não estava bem. “Cheguei lá, meu sogro estava chorando de dor. Eu nunca tinha o visto chorar. Vendo aquilo pedi para que ele viesse para a minha casa”, disse. Relatou que seu sogro levantou-se durante a noite para beber água e desmaiou. “Foi minha esposa que viu isso, e junto com sua mãe conseguiram acordá-lo e resolveram levá-lo ao hospital da Unimed. Chegando lá o colocaram no soro e realizaram o exame de sangue. A pressão dele estava 4 por 2”.
Por volta das 5 horas da manhã de terça-feira, Luciano Moreno teve uma parada cardíaca. “Ele foi entubado e estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Depois os rins pararam de funcionar. Os médicos diziam que havia uma enzima sendo liberada, fato que só acontece quando uma pessoa tem um infarto e meu sogro não teve”, explicou o cantor. Depois do falecimento, a necropsia constatou várias doenças, informou Waldonys. “Como, por exemplo, enfisema pulmonar H1N1. A necropsia ainda constatou que coração dele, que deveria pesar cerca de 300 gramas, estava com 592”, relatou, acrescentando que ainda não viu o laudo da necropsia, mas as informações foram repassadas por uma médica.

CONTESTAÇÃO

Manoel Fonseca rebateu as suspeitas da família de Luciano afirmando que o laudo mostrou doenças mais graves. “Não posso dizer por uma questão ética. A necropsia mostrou que não existe possibilidade nenhuma da morte ter sido causada pela vacina. Mas identificou três patologias e, provavelmente, uma delas levou à morte dele”, comentou.

O coordenador ainda disse no local onde a vacina foi aplicada não havia abscesso, apenas um hematoma. “O falecimento não tem nada a ver com a vacina da H1N1, por dois motivos: primeiro, a morte não aconteceu no dia e nem no momento em que foi a aplicada. Segundo, ele não apresentou sinais de síndrome de Guillain-Barré”, destacou. Ele ainda afirmou que para fosse confirmada a H1N1 no paciente precisaria pelo menos de 10 dias para se ter o resultado do exame.

----------------------------------------------------------------------------

Os motivos alegados pelo coordenador de vacinação de a morte não estar associada com a vacina são realmente uma piada. As reações adversas e mortes podem ocorrer até semanas após a aplicação da vacina. A segunda afirmacão foi ainda mais surpreendente, pois a síndrome de Guillain-Barré é um dos efeitos adversos, mas não o único.

A septicemia, ou Sepse, é um condição médica caracterizada pela inflamação de todo o corpo, que pode sim ter sido ocasionada pela vacina.